HomeMenu

Milhões de bactérias no mar, mas nenhuma delas é prejudicial

A água do mar no seu estado natural (mesmo nos locais mais imaculados) contém um milhão de bactérias por cada centímetro cúbico. Mil milhões de bactérias em cada litro.

"Em cada mililitro de água do mar vivem cerca de mil protistas, cerca de um milhão de bactérias (...) e, como veremos mais tarde, é possível que estas contagens sejam muito conservadoras. Estes microrganismos planctónicos não são apenas responsáveis pela degradação do lixo marinho, mas também realizam a maior parte da fotossíntese e da respiração no mar, mantendo assim o equilíbrio de CO2 entre o mar e a atmosfera." (Fonte: www.asesmar.org, apenas em archive.org e não no documento, apenas no seu sítio Web).

Não só não são prejudiciais para os seres humanos e animais, como também vivemos graças a eles, pois são a maior fonte de oxigénio do planeta (não as florestas tropicais, mas os oceanos são os maiores produtores de oxigénio, e nos oceanos são estes microorganismos que o produzem).

E, para além disso, degradam o lixo que lhes deitamos! (Isto não é uma desculpa para continuar a deitá-lo fora, mas também não é demasiado importante: veja os artigos sobre o plástico que falta nos oceanos e o seu poder de auto-purificação).

Não são nocivos para os seres humanos porque a experiência o demonstra:



Aqui (no final das páginas) informamos sobre as alterações efectuadas neste site.

Direitos de autor e informações legais